Modelos Atômicos de Bohr, e de Sommerfeld.

Modelo Atômico de Bohr


Bohr, Niels (1885-1962), físico dinamarquês que fez contribuições fundamentais para a física nuclear e para a compreensão da estrutura do átomo. Bohr nasceu em Copenhague, em 7 de outubro de 1885, e estudou na Universidade de Copenhague, onde recebeu seu doutorado em 1911. No mesmo ano, foi para a Universidade de Cambridge, na Inglaterra, para estudar física nuclear com J. J. Thomson, mas logo transferiu-se para a Universidade de Manchester, para trabalhar com Ernest Rutherford. A teoria atômica de Bohr, pela qual recebeu o Prêmio Nobel de Física em 1922, foi publicada em diversos artigos entre 1913 e 1915. Seu trabalho partiu do modelo atômico de Rutherford, segundo o qual o átomo é formado por um núcleo compacto cercado por uma nuvem de elétrons mais leves.


O modelo de Bohr fez uso da teoria quântica e da constante de Planck, para estabelecer que um átomo emite radiação eletromagnética apenas quando um elétron salta de um nível quântico para outro. Esse modelo foi fundamental para os desenvolvimentos futuros da física atômica teórica. 

Alguns postulados que o levaram a essa conclusão são:


Na eletrosfera os elétrons não se encontram em qualquer posição. Eles giram ao redor do núcleo em órbitas fixas e com energia definida. As órbitas são chamadas camadas eletrônicas, representadas pelas letras K, L, M, N, O, P e Q a partir do núcleo, ou níveis de energia representados pelos números 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7; 
  •  os elétrons ao se movimentarem numa camada eletrônica não absorvem nem emitem energia;
  • os elétrons de um átomo tendem a ocupar as camadas eletrônicas mais próximas do núcleo, isto é, as que apresentam menor quantidade de energia;
  •  um átomo está no estado fundamental quando seus elétrons ocupam as camadas menos energéticas;
  •  quando um átomo recebe energia (térmica ou elétrica), o elétron pode saltar para uma camada mais externa (mais energética). Nessas condições o átomo se torna instável. Dizemos que o átomo se encontra num estado excitado;
  • os elétrons de um átomo excitado tendem a voltar para as camadas de origem. Quando isso ocorre, ele devolve, sob a forma de onda eletromagnética, a energia que foi recebida na forma de calor ou eletricidade.                                               

  

Modelo Atômico de Sommerfeld


Ao pesquisar o átomo, Sommerfeld concluiu que os elétrons de um mesmo nível, ocupam órbitas de trajetórias diferentes (circulares e elípticas) a que denominou de subníveis, que podem ser de quatro tipos:  s , p , d , f .
  • Contribuição de Broglie
Em 1923, Louis Broglie mostrou, através de uma equação matemática, que "qualquer corpo em movimento estaria associado a um fenômeno ondulatório". Desta maneira o elétron apresenta a natureza de uma partícula-onda, obedecendo assim, às leis dos fenômenos ondulatórios, como acontece com a luz e o som.




One Response to Modelos Atômicos de Bohr, e de Sommerfeld.

Tecnologia do Blogger.